+55 (62) 3091-8010 | contato@aser.com.br

Monitoramento remoto: como proteger os dados e garantir a produtividade dos colaboradores no home office

Monitoramento remoto: como proteger os dados e garantir a produtividade dos colaboradores no home office
Tempo de Leitura 3 Minutos

Monitoramento remoto: como proteger os dados e garantir a produtividade dos colaboradores no home office

 

O home office, que nas últimas semanas se tornou uma urgência por conta da pandemia de covid-19 e da necessidade de isolamento social, já há algum tempo é uma tendência e cria uma questão para as empresas: como fazer monitoramento remoto dos colaboradores?

Um estudo de 2018 realizado pela IWG (International Workplaces Group), dona das marcas Regus e Spaces de escritórios compartilhados, revelou que já naquele ano 70% dos profissionais do mundo faziam home office pelo menos uma vez por semana e 53% trabalhavam remotamente por pelo menos  metade da semana. 

Outro estudo, esse de 2019, realizado pela Owl Labs, levantou ainda que 16% das empresas globais já são totalmente remotas e 40% delas são híbridas e têm equipes operando presencial e remotamente. 

Esses números expressivos sobre o trabalho remoto têm uma razão: essa modalidade de operação pode trazer diversos benefícios. Para os profissionais, o home office é sinônimo de melhor qualidade de vida e autonomia. Já para as empresas, pode refletir em alta de produtividade e redução de custos com estrutura. 

No entanto, apesar da tendência e do cenário favorável para esse regime de trabalho, ainda há alguns desafios a serem vencidos. O principal deles é o preconceito de muitas empresas e trabalhadores, que têm uma visão desfavorável do trabalho feito em casa. Outros estão muito ligados à proteção de dados e ao controle da produtividade que no home office dependem de monitoramento remoto. É sobre isso que falamos neste artigo. Confira! 

A proteção de dados no trabalho remoto

Já está estabelecido que os dados são, hoje, o ativo mais importante de qualquer negócio. E, portanto, protegê-los deve ser prioridade. 

Aqui no blog da Aser nós falamos constantemente sobre ações que ajudam a tornar as redes dos escritórios e empresas seguras. Manter softwares e aplicativos atualizados, usar firewalls de qualidade e dar treinamento aos colaboradores estão entre as boas práticas de proteção de dados no ambiente corporativo. 

Mas, e na operação em home office, como manter as informações do negócio em segurança? Algumas ações também podem ser tomadas para que os dados da sua empresa não sejam alvo fácil para ações de hackers e falhas de cibersegurança: 

Regras para o home office – criar regras para o trabalho remoto é o primeiro passo para garantir que a segurança de dados e também a produtividade da operação da sua empresa sejam mantidos mesmo com os profissionais exercendo suas funções de casa. 

Política de Segurança da Informação – estabelecer uma PSI é uma boa prática de segurança para o ambiente corporativo que deve ser levada para a operação remota da empresa. Com uma Política de Segurança da Informação estabelecida seus profissionais estarão bem orientados sobre como agir para a proteção dos dados e informações da empresa.

Compliance de TI – uma empresa que quer proteger os dados do negócio operando em regime home office precisar ter um compliance de TI: um conjunto de políticas e regras que garanta a conformidade das práticas da empresa com a legislação e padronize as ações dos colaboradores no âmbito da Segurança da Informação e proteção de dados.  

O manutenção da produtividade no home office

Como dissemos na introdução desse texto, além das preocupações com segurança, o outro ponto que que faz as empresas hesitarem quando o assunto é trabalho remoto é a produtividade e os desafios de monitorar o rendimento e as entregas de seus colaboradores. 

Nesse aspecto, a ação mais eficiente é a adoção de práticas e ferramentas capazes de acompanhar a jornada de trabalho do colaborador. O uso de aplicativos de comunicação, a realização de reuniões periódicas e a implementação de sistemas de gestão e monitoramento remoto de tarefas são algumas das atitudes que sua empresa deve tomar para manter o controle de seus profissionais e garantir a produtividade do time que trabalha de casa.

A importância do monitoramento remoto para a produtividade e a proteção de dados no trabalho de casa

Apesar das regras e políticas para home office serem fundamentais para a proteção dos dados de um negócio e para a produtividade dos colaboradores, um levantamento da UpWork sobre trabalho remoto mostrou que 57% das empresas não têm nenhum tipo de norma para esse regime de trabalho. 

Esse dado deixa claro o quanto companhias de todos os segmentos ainda carecem de ferramentas e políticas que pautem a prática do home office. Isso porque, sem orientação, regras e monitoramento o home office se torna uma fragilidade na proteção de dados da empresa, já que 75% dos funcionários não se preocupam com medidas de privacidade ao trabalhar remotamente

Por isso, para que ter sua empresa trabalhando de casa não se torne uma dor de cabeça ao invés de uma solução, investir em monitoramento remoto é imprescindível. 

Boas ferramentas de monitoramento remoto garantem um controle total da sua operação, mesmo que toda a sua equipe esteja em casa. Assim, você mantém os dados do negócio protegidos e pode acompanhar o trabalho da sua equipe, para não perder produtividade. 

Quer saber mais sobre monitoramento remoto e encontrar a melhor solução para a operação home office na sua empresa? Fale com a Aser!