+55 (62) 3091-8010 | contato@aser.com.br

Ataque hacker: 5 formas de proteger sua empresa

Ataque hacker: 5 formas de proteger sua empresa
Tempo de Leitura 3 Minutos

Ataque hacker: 5 formas de proteger sua empresa

 

Como tratamos sempre aqui, no blog da Aser, as soluções de cibersegurança se tornaram itens de primeira necessidade para empresas de todos os portes que precisam proteger os ativos mais importantes de qualquer negócio na atualidade: os dados.

Os casos de crimes cibernéticos que visam roubar e sequestrar dados se multiplicam dia após dia e um dos grandes riscos à segurança dos sistemas das empresas são os ataques de hackers.

Essa figura, que por tanto tempo pareceu se interessar apenas pelas grandes corporações e famosas celebridades, hoje representa risco a qualquer negócio. Para ajudar você a preparar sua empresa para um ataque hacker, nós listamos 5 maneiras de proteger seus dados dos cibercriminosos. Confira!

1. Não abrir mão do antivírus

Levantamentos apontam que 73% dos riscos cibernéticos envolvem vírus e malwares, por isso uma ação muito importante para impedir que criminosos virtuais tenham sucesso contra o sistema de sua empresa é a instalação e a contínua atualização de um antivírus de qualidade.

O antivírus é a última barreira de entrada em uma rede e, por isso, ele deve ser forte o suficiente para suportar ataques cibernéticos de grandes proporções e  impedir que um ataque hacker cause danos ao sistema da empresa.

No mercado há vários tipos de antivírus, o importante é você saber que os antivírus grátis são indicados para a proteção de redes residenciais, mas para redes corporativas o ideal é investir em um antivírus pago que se adeque às necessidades do seu negócio e seja capaz de fazer a proteção de dados da sua empresa.

2. Manter licenças de uso e o sistema da empresa atualizados

Mesmo com todas as evidências dos riscos de ataques cibernéticos, ainda são muitas as empresas que negligenciam os cuidados com as licenças e as atualizações de seu sistema, deixando portas abertas para a ação de hackers, que podem usar brechas como a instalação de um software pirata ou a desatualização de uma aplicação para acessar o sistema da empresa.

Manter licenças e atualizações em dia é fundamental para garantir uma boa estrutura de segurança da informação e mitigar os riscos de um ataque hacker.

3. Investir em segurança para cloud computing

O armazenamento em nuvem é uma solução eficiente para hospedagem e sincronização de arquivos e, por isso, é cada vez mais usada por empresas de todos os portes.

As soluções de cloud trazem diversas vantagens para as empresas, incluindo o corte de gastos em investimento em servidores. Mas embora seja um ambiente seguro para o armazenamento de dados, para garantir maior proteção das informações guardadas na nuvem é preciso tomar alguns cuidados, incluindo:

  • verificar a reputação do provedor de armazenamento
  • ativar a autenticação de pelo menos 2 fatores de segurança
  • adotar uma política inteligente de senhas
  • utilizar ferramentas para segurança do transporte de dados para a cloud
  • seguir as melhores práticas de segurança recomendadas para qualquer software/sistema operacional.

4. Fazer gestão de vulnerabilidade 

A Vulnerability Management, ou gestão de vulnerabilidade, é estratégia fundamental para proteger o sistema de uma empresa de ataques de cibercriminosos.

Varredura ou scaner da rede realizada por profissionais especializados, a análise de vulnerabilidades é parte da Vulnerability Management e identifica, mapeia e apresenta soluções para o aprimoramento das fragilidades da rede corporativa. Essas ações são indispensáveis para mitigar os riscos do negócio sofrer as consequências mais graves de um ataque hacker.

5. Oferecer treinamento sobre segurança da informação a todos os profissionais da empresa

Todas as medidas apresentadas acima para a proteção do sistema e dos dados do negócio, no entanto, não serão tão eficientes se todos os funcionários da empresa não estiverem devidamente instruído sobre as boas práticas de segurança da informação que evitam que eles sejam enganados por ações de hackers.

Pesquisa feita pela AGCS, apontou que 43% dos ataques cibernéticos têm origem em erros de funcionários, por isso é fundamental a educação de todos os profissionais da empresa quanto à importância da segurança da informação, o que evita, especialmente, ataques relacionados à engenharia social. Dentre as orientações que devem ser dadas à equipe da empresa estão:

  • não abrir e-mails suspeitos
  • não executar aplicações não autorizadas
  • não utilizar dispositivos USB como pen drives, HDs e celulares que não são confiáveis.

Essas são ações simples, mas que ajudam a proteger o sistema e os dados da empresa de um ataque hacker.

Se você quer saber mais sobre soluções de segurança da informação que ajudam a proteger seu negócio, acesse o site da Aser! Nós somos especialistas em cibersegurança.