+55 (62) 3091-8010 | contato@aser.com.br

Como garantir privacidade de dados no home office

Como garantir privacidade de dados no home office
Tempo de Leitura 3 Minutos

Como garantir privacidade de dados no home office

No último ano, o home office, que antes era uma exceção, se tornou regra em todo o mundo devido à pandemia de COVID-19. Mas com ele veio também a preocupação das empresas com a questão da privacidade de dados no trabalho fora dos escritórios.

Apesar das suas inúmeras vantagens, o trabalho remoto pode oferecer grandes riscos à Segurança da Informação das empresas. Para ajudar você a evitar a violação de dados quando seus colaboradores estiverem em home office, elaboramos este novo artigo com dicas que, com certeza, serão úteis para a proteção das informações do seu negócio. Boa leitura!

O que é privacidade de dados

É comum a confusão entre a privacidade de dados e a segurança de dados, porém existem diferenças entre esses dois termos. 

A segurança de dados pode ser amplamente considerada como a proteção dos dados em uma rede. Já a privacidade de dados é o ramo da Segurança da Informação que rege como os dados são coletados, compartilhados e usados.

E atenção! Mesmo com as melhores ferramentas de segurança, os funcionários ou fornecedores terceirizados com acesso a dados confidenciais podem administrá-los de maneira inadequada se não souberem das políticas de privacidade da sua empresa.

Quais os riscos para a privacidade de dados no home office

No home office, as empresas não têm um controle amplo sobre a segurança do local onde o trabalho é executado, o que gera medos relacionados à perda e ao roubo de dados. O ambiente doméstico pode ser muito mais vulnerável que o corporativo, onde o software dos servidores oferece maiores garantias de segurança.

No mais, no trabalho fora do escritório a perda e o vazamento de dados podem acontecer devido a falhas no sistema, que exclui arquivos que não possuem uma cópia segura; ao roubo de uma senha; ou até por conta de problemas no computador do colaborador que trabalha com informações confidenciais da empresa. 

A relação entre privacidade de dados e LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que passou a valer oficialmente em todo o país no dia 18 de setembro, traz regras para o tratamento de dados pessoais por empresas e terceiros. E visa garantir a privacidade, a segurança e o poder de decisão dos usuários de internet, que têm seus dados coletados e utilizados por todas as empresas e organizações que operam no meio digital.

Caso ocorra qualquer incidente com esses dados pessoais, como vazamento e perda, a empresa pode sofrer sanções que vão de advertências a multas ou até proibição total ou parcial de atividades relacionadas ao tratamento de dados.

5 dicas para manter a privacidade de dados no home office

Para proteger a privacidade de dados no home office e reduzir os riscos de que sua empresa receba alguma sanção com base na LGPD, algumas dicas devem ser seguidas. Incluindo: 

1. Defina uma Política de Segurança da Informação própria para o home office 

Criar regras para o home office é fundamental. Só assim  você garante que a privacidade de dados da sua empresa não corra riscos mesmo com seus colaboradores trabalhando de casa.

Estabeleça uma Política de Segurança da Informação (PSI) para a operação remota da empresa, oriente seus colaboradores e se certifique de que eles saberão como agir para garantir a proteção dos dados e das informações da empresa.  

Diagnóstico de SegurançaDiagnóstico de Segurança

2. Invista em criptografia

A criptografia é absolutamente essencial para proteger dados confidenciais, como senhas, informações bancárias e dados pessoais de colaboradores, clientes e fornecedores. 

Busque soluções que garantam que nem mesmo os administradores tenham acesso aos conteúdos sem a chave criptografada. E restrinja o acesso dos usuários a apenas aquelas informações necessárias para a execução de suas atividades diárias. 

3. Use uma VPN

As VPNs (Virtual Private Network) são redes privadas virtuais que permitem uma conexão segura com outra rede pela internet. 

Elas podem ser usadas para proteger a atividade de navegação dos usuários e, assim, reduzir a exposição direta dos dados e serviços da empresa na internet. 

4. Implemente o backup em nuvem

O backup em nuvem é uma das formas mais eficazes de evitar a perda e garantir o compartilhamento seguro de arquivos entre funcionários.

Servidores como OneDrive e Google Drive são eficientes e oferecem pacotes específicos para empresas, com espaço de armazenamento ilimitado. 

5. Mantenha os sistemas atualizados

Esteja sempre atento às notificações de atualizações, patches e correções dos sistemas utilizados em sua empresa. Isso é fundamental para manter a privacidade dos dados do negócio. 

Busque também versões atualizadas de qualquer processador de texto ou outro software que você usar. Do contrário, você corre o risco do seu programa antigo não conseguir abrir anexos confiáveis ​​enviados por outras pessoas.

Esperamos que este conteúdo ajude você a aumentar os níveis de privacidade de dados enquanto seus colaboradores trabalham home office. E para ter acesso a outros materiais com informações importantes sobre Segurança da Informação acompanhe as publicações aqui, no blog da Aser.