+55 (62) 3091-8010 | contato@aser.com.br

Ataques ransomware: veja como proteger sua empresa

Ataques ransomware: veja como proteger sua empresa
Tempo de Leitura 3 Minutos

Ataques ransomware: veja como proteger sua empresa

Uma das prática mais temidas na rede, os ataques ransomware podem prejudicar muito os sistemas e redes corporativos, colocar em risco o sigilo dos dados e trazer perdas financeiras para o negócio.

Neste artigo, nós listamos algumas orientações que ajudam a proteger o ambiente virtual das empresas dessa modalidade de cibercrime. Confira!

O que é um ransomware?

Um ransomware é um tipo de malware (software malicioso) que bloqueia arquivos e sistemas inteiros. Também conhecido como sequestrador digital, os ataques ransomware têm um único objetivo: conseguir dinheiro em troca dos arquivos que são mantidos como reféns.

O ransomware pode ser um software, arquivo ou programa de computador que quando instalado criptografa e sequestra os dados da vítima. Para avisar sobre o ataque, é enviada uma mensagem pelo dispositivo atacado, que pede o resgate dos arquivos.

Normalmente, o pedido é uma recompensa em bitcoins, a moeda eletrônica que dificulta a rastreabilidade de quem aplicou o golpe. E ainda que a recompensa seja paga, não há como ter certeza de que os arquivos ou sistemas atingidos serão recuperados.

Como um ransomware age e como se propaga?

Sabe aquele e-mail com informações e links duvidosos? Ou aquele anúncio nas redes sociais prometendo um produto que você estava de olho por um preço incrivelmente atraente? É assim que um ransomware consegue acessar dados ao redor do mundo.

O golpe pode ser camuflado de diversas formas: links de e-mails, anúncios de redes sociais ou jogos, alertas sobre dívidas inexistentes, notícias falsas e até em propagandas de antivírus. E eles podem bloquear arquivos, travar sistemas ou até copiar o toque do teclado.

Para se ter ideia de como a ação é bem planejada, basta analisar alguns dos casos mais famosos de ataques ransomware.

O WannaCry, por exemplo, é considerado o pior ataque global da história. Ele foi introduzido via e-mails de phishing em 2017 e atingiu mais de 200 mil pessoas, incluindo hospitais, universidades e empresas conhecidas, como Telefônica, FedEx, Nissan e Renault. Estima-se que o prejuízo ficou em cerca de USD 4 bilhões! 

5 maneiras de evitar ataques ransomware

Considerando o perigo representado pelos ataques ransomwares e os prejuízos que eles podem trazer para uma companhia, é preciso buscar as melhores formas de evitá-los. A seguir nós listamos cinco ações que ajudam a proteger redes e sistemas corporativos desse tipo de ciberataque:

1. Instale um bom antivírus 

O antivírus é a primeira barreira de proteção contra ciberataques de um sistema ou rede. E ele é imprescindível para manter computadores e dispositivos móveis seguros. Para garantir efetividade nesse nível de proteção, invista em um antivírus que se adeque às necessidades da sua empresa. 

2. Faça backup de dados

Como o principal objetivo dos ataques ransomwares é sequestrar dados, ter uma rotina de backup bem estruturada, que garanta cópias recentes e seguras dos arquivos é uma forma de mitigar os danos no caso de uma ação bem-sucedida contra sua empresa.


Diagnóstico de Segurança
Diagnóstico de Segurança

3. Invista em cloud computing

A cloud computing tem se expandido entre as empresas e uma das razões para isso é que a migração para a nuvem facilita o acesso aos dados do negócio por quem tem permissão para acessá-los, ao mesmo tempo que aumenta a proteção das informações contra ciberataques.  

4. Mantenha softwares e aplicações atualizados 

Não ignore os pedidos de atualização! Eles são importantes para manter os dados protegidos, já que muitas vezes as atualizações incluem patches de segurança.

Isso vale para todos os softwares e aplicações, mas é melhor ter cuidado redobrado com os sistemas operacionais, navegadores e plug-ins.

5. Eduque os colaboradores sobre as ameaças de ataques ransomware

Os colaboradores são peça fundamental no sucesso das estratégias de cibersegurança de uma empresa. E para evitar ataques ransomwares, que podem incluir técnicas de engenharia social e phishing, é imprescindível orientar os profissionais de todas as áreas do negócio. 

Para aumentar os níveis de proteção das redes e sistemas corporativos, vale promover treinamentos com boas práticas para navegação na web e orientar os colaboradores sobre como identificar e reportar qualquer ameaça, como os e-mails de phishing, um dos golpes mais usados para atacar grandes empresas.

Se quiser saber mais sobre ataques ransomwares e outras ameaças à segurança da rede, do sistema e dos dados do seu negócio, siga a Aser no LinkedIn.